“Das Monokel”: Primeiros Socorros

Um inquérito feito a mais de 50 alunas e alunos da EAL revela: A vontade de ser capaz de ajudar numa situação de emergência, porém os conhecimentos de Primeiros Socorros variam substancialmente

 

Imagina que alguém desmaia na escola – e só os professores sabem como agir em situações de emergência. Uma sensação estranha, não é?

Primeiros Socorros: todos sabem o que é, mas nem todos sabem o que fazer. Dizem-nos que a Escola Alemã de Lisboa é uma escola secundária geral, mas quantos conhecimentos gerais nos são ensinados aqui?

Num inquérito realizado na escola, verificou-se que todos os inquiridos sabiam o que são os Primeiros Socorros, mas apenas menos de metade tinha conhecimentos adequados de primeiros socorros. Isso não é perigoso e também muito constrangedor? Não necessariamente para os inquiridos, mas definitivamente para a escola!

O nosso tempo escolar deve preparar-nos para a vida e para os possíveis obstáculos no nosso percurso, e mesmo assim não aprendemos a fazer compressões torácicas ou respiração de salvamento.

Se queremos fazer um curso de Primeiros Socorros, temos de o fazer em privado, mas não seria uma boa ideia fazer algum tipo de curso na escola todos os anos?

Não tem de ser tudo de uma só vez, mas todos os anos poderíamos aprender algo mais e um pouco mais no ano seguinte.

Em geral, todas as professoras e professores fizeram um Curso Profissional de Primeiros Socorros pelo menos uma vez. Não deveria então também ser possível ter algum tipo de aulas de primeiros socorros durante duas horas por ano?

Existe a prevenção de drogas, educação sexual e fala-se de stress e saúde mental, mas se alguém desmaiar de repente, apenas os professores ou a enfermeira podem ajudar.

Não deveria isto mudar?

 

Lotte

 


Hurra, chegaram os nossos hoodies!

Muito obrigada aos nossos modelos, foram incríveis!

Os hoodies da escola podem ser encomendados na Weduc, pelo valor de 30 EUR.

É muito fácil: na secção “formulários” encontra o formulário “Compra Hoodies”, que deve preencher até 27.05.22, indicando a cor e tamanho pretendidos.

Caso queiram encomendar mais do que um, basta preencher o formulário novamente.

Os hoodies são encomendados após o final do prazo para encomenda e poderão depois ser pagos e recolhidos na secretaria.

Esperamos que gostem tanto deles como nós 😊

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Corrida solidária – quinta-feira, 12 de maio de 2022

Corremos pelos refugiados da Ucrânia! Passo a passo para um objetivo comum.

Corrida de beneficência 

Quando: quinta-feira, 12 de maio de 2022, a seguir ao almoço

Onde: Escola Alemã de Lisboa

Ajude-nos a apoiar os refugiados da Ucrânia, participando na corrida de beneficência.

Como funciona:

É aluna/aluno? Procure recolher o maior número possível de patrocinadores particulares que o apoiarão com um donativo por volta, esperançosamente generoso. Pais, avós, tias, tios, vizinhos ou amigos da família são todos potenciais patrocinadores.


Concerto solidário para a Ucrânia – na quarta-feira, 11.05.2022

Na próxima semana, na quarta-feira, dia 11.05.2022, terá lugar um concerto solidário pela Ucrânia às 19 horas no auditório da EAL. Haverá algumas contribuições por parte dos nossos estudantes, os nossos vencedores do prémio “Jugend Musiziert” tocarão e uma pianista da Ucrânia tocará algumas peças acompanhada pela sua filha  ao violino. O concerto é aberto ao público de entrada gratuita e terá a duração de 1,5 horas.

Gostaríamos de convidá-lo a si e à sua família!

Contamos com a sua presença!

Com os melhores cumprimentos

Christina Hofmann Ferreira


Meisterschale da Bundesliga na EAL

A diretora da Escola, Teresa Salgueiro Lenze, posa com a Meisterschale da Bundesliga.
Agradecemos mais uma vez ao Eleven Sports Portugal pela oportunidade de receber a famosa ‘saladeira’, para grande alegria dos nossos alunos e alunas, colegas e pais.

Passeio de bicicleta

Num domingo de abril, aconteceu um passeio de bicicleta para pais, alunas e alunos, funcionários e antigos-alunos, organizado pelo grupo de mobilidade. De manhã, partimos da EAL rumo ao belíssimo Parque Oeste no Lumiar.


“Swap Spot”: ponto de troca de vestuário

No âmbito do programa “Eco Escola”, um grupo de alunas e alunos do 11º ano organizou no início de abril um “Swap Spot”, um ponto de troca de vestuário. Durante a segunda grande pausa, as alunas e alunos do liceu puderam trocar as suas próprias roupas trazidas por roupas “preloved” de outras alunas e alunos no pátio da escola.

Esta ação também pretendia dar um exemplo contra a tendência da moda rápida.

Um “Ponto de Troca” é um local onde podes trocar roupas que não usas por outras roupas. Desta forma, todos beneficiam e, ao mesmo tempo, fazem algo pelo ambiente.

Todas as quartas-feiras realiza-se um “Ponto de Troca” durante a 2ª grande pausa no recreio.

A campanha foi inspirada no movimento Circular Wear.

 


Iniciativa “Youth for Peace”

A guerra na Ucrânia afeta-nos a todos e ocupa um lugar central nas nossas preocupações. Como comunidade escolar, estamos a equacionar várias iniciativas e formas de apoiar as vítimas deste conflito, como foi comunicado na comunicação da diretora. A primeira ação a decorrer foi a participação de toda a Escola na iniciativa “Youth for Peace”, planeada e coordenada em connunto pela SV (associação de alunos do Liceu) e as associações de alunos de várias escolas alemãs no estrangeiro.
10 de Março, alunas e alunos do Liceu, professoras e professores e funcionárias e funcionários da EAL vestiram-se de branco e observaram em conjunto um minuto de silêncio. As crianças da Escola Primária de Lisboa reuniram-se no pátio da escola, formando um enorme símbolo de paz e as crianças e colegas do Jardim de Infância de Lisboa e as crianças e colegas do Campus do Estoril se juntaram a nós.

“Das Monokel” – As eleições legislativas portuguesas – A razão por detrás

Atenção:

Aqui vem o novo jornal de alunos da EAL!

Artigos de jornal são longos e em maioria difícil de entender, algo que não nos, os jovens, motiva a lê-los e exatamente isso é que nós queremos mudar.

Esperemos que gostem dos nossos artigos curtos e informativos, feitos especialmente para alunos*as!

 

Leiam o primeiro artigo: As eleições legislativas portuguesas – A razão por detrás 

 

Fotos fracassadas, reportagens intermináveis ​​na TV e pósteres grandes e coloridos com diferentes slogans. É exatamente sobre isso que trata este artigo, as novas eleições legislativas portuguesas do 30.01.2022.

Na verdade, elas só deveriam ter ocorrido no outono de 2023, mas foram antecipadas devido à dissolução do parlamento pelo presidente Marcelo Rebelo de Sousa.

O presidente dissolveu o Parlamento, pois este não se conseguia chegar a uma conclusão para um orçamento de estado para 2022. O orçamento de estado indica quanto dinheiro o governo pode gastar em certas áreas por ano, pode-se dizer que é uma espécie de budget.

Os analistas políticos falaram de uma possível crise política e de possíveis futuros desentendimentos e tinham boas razões para as suas suspeitas, pois Portugal tem um passado político bastante turbulento. Um exemplo disso são as situações como esta que já ocorreram várias vezes na história portuguesa.

O novo governo tem muito pela frente, incluindo a distribuição de dinheiro de ajuda à UE e a decisão de aumentar ou não o salário mínimo. Acredita-se que o novo projeto de orçamento demore até abril.

Como esperado, o Partido Socialista “PS” do actual primeiro-ministro António Costa venceu. O partido já é um favorito de longa data em Portugal, mas durante as eleições foi seguido de perto pelo conservador “PSD” de Rui Rio.

Com estas eleições legislativas antecipadas abre-se uma possibilidade para a melhoria e inovação do país. Agora só falta alguém para agarrá-la e realizá-la.

 

De Cleo Tartin


Dia dos Namorados: Quantos de nós conhecemos uma história como esta?

Quantos de nós conhecemos uma história como esta? Uma portuguesa, um alemão, uma história de amor para a vida: também é disto que se faz uma escola de encontro.

 

“Somos Abiturienten de 1989 e 1990, mas foi só no verão de 1991 que houve faísca numa festa de um amigo comum, também ex-aluno da Escola. Sem redes sociais na altura, valeu-nos a comunidade que a Escola Alemã há muito cria. O Karsten “da parte alemã”, passou a primária na dependência do Estoril.  A Rosário, “da parte portuguesa”, passou os 14 anos pelos diferentes edifícios em redor da “Wiese” e da piscina.

Chegada a altura de escolher a escola para os nossos filhos, pelo ano de 1999, a decisão foi muito fácil. As boas recordações e os bons amigos do tempo da escola falaram por si.

Dos nossos três filhos, dois já estão a trabalhar na Alemanha. Também eles destacam as amizades feitas na escola. Do ensino, recordamos todos a importância do espaço dado para o debate de ideias e o incentivo a um espírito crítico.

Dezoito festas da lanterna depois, com a nossa filha mais nova ainda a frequentar a EAL, mantemos a convicção de que todos os muitos euros investidos na nossa escola foram bem empregues.

Enquanto isso, temos o privilégio de poder a viver a nossa escola pelos olhos dos nossos filhos/colegas de escola!”

 

Rosário e Karsten

 


Auszeichnungen